Perda auditiva unilateral

 

Estamos empenhados em promover uma abordagem de tratamento da perda auditiva unilateral, para que todas as crianças tenham a oportunidade de alcançar o sucesso. Por esse motivo, desenvolvemos uma variedade de soluções dedicadas, capazes de proporcionar um melhor acesso à compreensão de fala para crianças de todas as idades e com todo o tipo de perdas auditivas, mesmo em ambientes auditivos desafiadores.

Download UHL Quick Practice Guideline

Download UHL Quick Practice Guideline

Download Phonak Compendium

Download Phonak Compendium


A perda auditiva unilateral é um tipo de deficiência auditiva em que um dos ouvidos da criança possui uma audição normal, enquanto o outro apresenta um grau variável de perda auditiva. Estima-se que até 6,3%1, ou 4,4 milhões de crianças2, sofram de perda auditiva unilateral nos Estados Unidos.

Ouvir bem pode ser um desafio, especialmente para crianças e jovens com perda auditiva unilateral. A existência de soluções que possibilitam sua participação plena e que sejam capazes de acompanhar sua vida ativa é essencial para seu bem-estar dentro e fora da sala de aula.


Ouvir bem pode ser um desafio, especialmente para crianças e jovens com perda auditiva unilateral. A existência de soluções que possibilitam sua participação plena e que sejam capazes de acompanhar sua vida ativa são essenciais para seu bem-estar dentro e fora da sala de aula.

kinderen spelen muziek
 

Garantindo o sucesso desde o início

Estima-se que até 6,3%1, ou 4,4 milhões de crianças2, sofram de perda auditiva unilateral nos Estados Unidos.

Ouvir bem em uma variedade de situações pode ser muito desafiador para crianças com perda auditiva unilateral. A existência de soluções que possibilitam a participação plena e que sejam capazes de acompanhar suas vidas ativas é essencial para o bem-estar dentro e fora da sala de aula.

 

 

Efeitos da perda auditiva unilateral em crianças

A perda auditiva unilateral não tratada pode resultar em atrasos no desenvolvimento da linguagem, dificuldades de aprendizagem e ainda fazer com que a criança sofra de fadiga, se sinta isolada ou se torne mais suscetível a dificuldades sociais e emocionais.

A pesquisa indica que:

  • As crianças com perda auditiva unilateral têm uma probabilidade 10 vezes maior de repetir o ano escolar, quando comparadas às crianças com uma audição normal.3
  • Elas são 5 vezes mais suscetíveis a necessitar de serviços de apoio.4


Esses efeitos são significativos em 1 em cada 1000 recém-nascidos diagnosticados com perda auditiva unilateral5 e em 3 em cada 100 crianças com perda auditiva unilateral em idade escolar.6

 

 
Hispanic girl at school
 
 

Soluções únicas para todos

Uma vez que existem muitas considerações para a escolha da tecnologia auditiva adequada ou várias tecnologias para uma criança com perda auditiva unilateral em fase de crescimento, a Phonak fornece um portfólio abrangente de soluções auditivas fáceis de usar.

Devido à natureza complexa e abrangente da perda auditiva unilateral, não existe uma solução única que se aplique a todos os casos. Como tal, torna-se necessário recorrer a várias soluções ou a uma combinação de soluções únicas para dar resposta às necessidades específicas de um jovem ouvinte. Mesmo a escolha de uma solução específica pode variar à medida que as crianças crescem e são confrontadas com diferentes desafios auditivos.

  • Quando o ouvido com deficiência auditiva é passível de auxílio, a família Phonak SkyTM B

    desenvolvidos para crianças, com 6 modelos e características específicas para adaptação pediátrica, otimiza a audição considerando o ambiente auditivo da criança.

  • Para uma criança com surdez unilateral ou que tenha uma audição que não seja passível de auxílio em um ouvido, Phonak CROS B modelo retroauricular funciona perfeitamente com a família Sky B*.

    Não existe necessidade de ajuste manual para a utilização, nem mesmo com o Roger.

  • Para ouvir à distância e em situações de ruído, o discreto receptor RogerTM Focus,

    usado no ouvido normal e conectado a um microfone Roger, fornece uma melhor compreensão de fala em uma situação típica de ruído como o da sala de aula.

*não recomendado com o Sky B-PR recarregável.

Soluções únicas para todos

Devido à natureza complexa e abrangente da perda auditiva unilateral, não existe uma solução única que se aplique a todos os casos. Como tal, torna-se necessário recorrer a várias soluções ou a uma combinação de soluções únicas para dar resposta às necessidades específicas de um jovem ouvinte. Mesmo a escolha de uma solução específica pode variar à medida que as crianças crescem e são confrontadas com diferentes desafios auditivos.

  • Quando o ouvido com deficiência auditiva é passível de auxílio, a família Phonak SkyTM V de aparelhos auditivos pediátricos com seus 5 modelos e características pediátricas, otimiza o ambiente auditivo da criança.
  • Para uma criança com surdez unilateral ou que tenha uma audição que não seja passível de auxílio em um ouvido, os modelos retroauriculares Phonak CROS II funcionam perfeitamente com a família Sky V.

    Não existe necessidade de ajuste manual para a utilização, nem mesmo com o Roger.

  • Para ouvir à distância e em situações de ruído, o discreto receptor RogerTM Focus,

    usado no ouvido normal e pareado com um microfone Roger, fornece uma melhor compreensão de fala em uma situação típica de ruído como o da sala de aula.

 

Pronto para o sucesso

Na Phonak, estamos cientes das necessidades com as quais os jovens ouvintes com perda auditiva unilateral são confrontados. Por esse motivo, desenvolvemos uma variedade de soluções dedicadas, capazes de proporcionar um melhor acesso à compreensão de fala para crianças de todas as idades e com todo o tipo de perdas auditivas, mesmo em ambientes auditivos desafiadores. Graças a soluções desenvolvidas para que o uso e adaptação sejam simplificados, assegurando que a experiência auditiva continua divertida, nosso objetivo visa proporcionar as melhores ferramentas possíveis às crianças com perda auditiva unilateral para que elas estejam prontas para o sucesso.

Recomendações de boas práticas*

Na tentativa de promover uma abordagem de tratamento da perda auditiva unilateral, a Phonak reuniu um grupo de profissionais de referência internacional para discutir as melhores práticas. Foram realizadas as seguintes recomendações para crianças com perda auditiva unilateral:

  • É fundamental uma intervenção até aos 6 meses de idade, uma vez que a perda auditiva unilateral pode ter um impacto negativo no desenvolvimento da criança, incluindo a sua compreensão de fala, cognição e desenvolvimento da fala/linguagem.
  • Devem ser consideradas várias tecnologias auditivas como parte de uma intervenção precoce para cada criança com perda auditiva unilateral.
  • Os profissionais de saúde auditiva possuem um papel importante no fornecimento de apoio, informações e recursos para as famílias ao longo da jornada auditiva da criança.

Pronto para o sucesso

Na Phonak, sabemos das necessidades que os jovens ouvintes com perda auditiva unilateral enfrentam. Por esse motivo, desenvolvemos uma variedade de soluções dedicadas, capazes de proporcionar um melhor acesso à compreensão de fala para crianças de todas as idades e com todo o tipo de perdas auditivas, mesmo em ambientes auditivos desafiadores. Graças a soluções desenvolvidas para que o uso e adaptação sejam simplificados, assegurando que a experiência auditiva continua divertida, nosso objetivo visa proporcionar as melhores ferramentas possíveis às crianças com perda auditiva unilateral para que elas estejam prontas para o sucesso.

 
pic_teens_sport_climbing.jpg
 

Downloads de evidências

Technical Paper: Quick Practice Guideline - Tools and considerations for assessing and managing unilateral hearing loss in children

Bagatto, M. et al., 2018

Technical Paper: Phonak Compendium: A Review of Unilateral Hearing Loss in Children

Smith, C. and Drexler, J., 2018

Field Study: Remote microphone listening devices for children and adults with unilateral hearing loss

Rance, G., 2018

Phonak CROS B

packshot_cros_b_13_hook_blue.jpg

O Phonak CROS™ B é o dispositivo CROS sem fio baseado na tecnologia Phonak Belong.

Roger Focus

Roger Focus SlimTube

Um receptor retroauricular discreto para crianças com audição normal, problemas de atenção ou de processamento auditivo, leva a fala diretamente aos ouvidos de uma criança para uma melhor compreensão da fala.

Receptores Roger

Novo
Roger Touchscreen Mic Standing

Este fantástico microfone do professor sem fio e fácil de usar é o componente principal do portfólio Roger para ensino e oferece tanto a alunos como...

Roger Pen

Roger Pen Family

Um microfone Roger sem fio e discreto que oferece uma fala no ruído e um desempenho à distância excelentes.

Referências

1 Ross DS, Visser SN, Holstrum, WJ, Qin T, Kenneson A. Highly variable population-based prevalence rates of unilateral hearing loss after the application of common case definitions.

Ear and Hearing. Fevereiro de 2010;31(1): 126-133. doi: 10.1097/AUD.0b013e3181bb69db

2 Pop1 Child Population: Number of Children (in millions) Ages 0–17 in the United States by Age, 1950–2016 and Projected 2017–2050. ChildStats.gov Forum on Child and Family Statistics. https://www.childstats.gov/americaschildren/tables/pop1.asp

Acessado em 23 de outubro de 2017.

3 Bess, F.H. & Tharpe, A.M. (1986). Case history data on unilaterally hearing-impaired children. Ear & Hearing, 7, 14 –19.

4 Oyler, R.F., Oyler, A.L., Matkin, N.D. (1988). Unilateral hearing loss: demographics and educational impact. Language, Speech, and Hearing Services in Schools. 19, 201–210

1 Ross, D.S., Visser, S.N., Holstrum, W.J., Qin, T, & Kenneson, A. (2010). Highly variable population-based prevalence rates of unilateral hearing loss after the application of common case definitions. Ear and Hearing. 31(1): 126-133. https://doi.org/10.1097/AUD.0b013e3181bb69db

2 Central Intelligence Agency. (2017). The World Factbook. https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/ch.html, acessado em 23 de maio de 2018.

3 Bess, F.H. & Tharpe, A.M. (1986). Case history data on unilaterally hearing-impaired children. Ear and Hearing, 7, 14-19.

4 Oyler, R.F., Oyler, A.L., & Matkin, N.D. (1988). Unilateral hearing loss: demographics and educational impact. Language, Speech, and Hearing Services in Schools. 19, 201–210. https://doi.org/10.1044/0161-1461.1902.201

5 Prieve, B., Dalzell, L., Berg, A., Bradley, M., Cacace, A., Campbell, D. , DeCristofaro, J., Gravel, J., Greenberg, E., Gross, S., Orlando, M., Pinheiro, J., Regan, J., Spivak, L., & Stevens, F. (2000). The New York State universal newborn hearing screening demonstration project: Outpatient outcome measures. Ear and Hearing, 21 (2), 104–117.

6 Bess, F. H., Dodd-Murphy, J., & Parker, R. A. (1998). Children with minimal sensorineural hearing loss: prevalence, educational performance, and functional status. Ear and Hearing, 19(5), 339–354.

7 Bagatto, M., DesGeorges, J., King, A., Kitterick, P., Laurnagaray, D., Lewis, S.,…Tharpe, A.M. (2018). Guia rápido – Instrumentos e considerações para avaliação e gerenciamento da perda auditiva unilateral em crianças. Retirado de www.phonakpro.com/evidence, acessado em 23 de maio de 2018.